Semana da Mulher

8 mar

OUVIDO x HORMÔNIOS

O bom funcionamento dos ouvidos é essencial para a qualidade de vida. Os sintomas de zumbido, tontura, perda auditiva e hipersensibilidade podem aparecer ou piorar durante qualquer fase de mudanças hormonais: TPM, gravidez e menopausa e por isso pode afetar mulheres de qualquer idade.

As mudanças hormonais tem o poder de alterar a bioquímica do ouvido interno ou das vias auditivas em algumas mulheres, mas nem todas se queixam. Daquelas que se queixam, nem todas sabem ou relacionam seus sintomas às mudanças hormonais.

As meninas que ainda não menstruam (portanto, ainda não estão tão sujeitas as alterações hormonais), mesmo assim podem apresentar ouvidos mais sensíveis do que os meninos, segundo pesquisa de doutorado realizada no interior do Rio Grande do Sul, em 2007, com 506 crianças de 5 a 12 anos. Dentre elas, 37,1% apresentavam zumbido no ouvido e 9% tinham hipersensibilidade sonora, mas o sexo feminino foi predominante em ambos os problemas. As crianças não são pequenos adultos. Suas vias auditivas e conexões cerebrais estão em processo de maturação, por isso são mais influenciadas por fatores externos ou internos. Ser do sexo feminino foi um fator de risco para ter zumbido e hipersensibilidade auditiva, embora a causa não esteja esclarecida nessa faixa etária.

Em paralelo com a questão hormonal, o estresse é uma causa comum de interferência no ouvido e pode causar todos esses sintomas em ambos os sexos. As mulheres frequentemente associam seus sintomas de ouvido com o estresse (porque se sentem sobrecarregadas e fazem essa relação intuitivamente). Embora isso seja uma verdade, nem sempre elas relacionam os mesmos sintomas às suas alterações hormonais.

 

Algumas dicas de cuidado que podem reduzir tais sintomas:

 

· Evite automedicação: certos remédios podem agredir os ouvidos.

· Alivie seu estresse com atividades relaxantes eficazes: yoga, meditação, Tai-Chi-Chuan, Chi-Cong etc.

· Incorpore mais momentos de prazer na sua vida para restaurar a função dos órgãos.

· Alimente-se 4 a 6 vezes ao dia, evitando abuso de cafeína, doces, sal, álcool e nicotina.

· Diminua o tempo de celular direto no ouvido, pois a radiação eletromagnética pode ser prejudicial.

· Visite seu médico regularmente para exames preventivos gerais e auditivos.


O Instituto Ganz Sanchez disponibiliza um material GRATUITO e de qualidade para ajudar quem sofre com zumbido e hipersensibilidades auditivas (misofonia e hiperacusia) e também os seus familiares.

Esse material inclui vídeos e posts sobre curiosidades, aulas, dicas, depoimentos da pesquisa de cura do zumbido e lives do G.A.N.Z. (Grupo de Apoio Nacional a pessoas com Zumbido).

Ele está disponível nos seguintes canais:

  • Instagram @zumbidonoouvido: aqui as lives ao vivo ocorrem aos domingos às 17h17.
  • Youtube.com/zumbidonoouvido - Tanit Ganz Sanchez
  • TV Zumbido
  • facebook.com/InstitutoGanzSanchez
  • Siga-nos, curta e compartilhe.


    Se você prefere informação focada em sua necessidade, disponibilizamos nossos produtos:

  • O treinamento online “ABCZ DO ZUMBIDO” é dinâmico e direto ao ponto. Os três módulos “Entendendo o Zumbido”, “Investigando o Zumbido” e “Tratando o Zumbido” ajudam tanto o público que sofre quanto os profissionais que os atendem. Clique aqui e assista uma aula grátis.
  • O livro “QUEM DISSE QUE ZUMBIDO NÃO TEM CURA?” é leitura fácil e rápida com informações de qualidade. Você pode adquirir a versão impressa pelo nosso site ou o e-book para ler no Kindle, computador, tablet e celular.

  • Se você preferir consulta individual para diagnóstico e tratamento:

  • fazemos atendimento à distância por vídeo-chamada para atender quem mora fora de SP. Mais informações podem ser obtidas por mensagem de whatsapp empresarial 11-30215251.
  • pt_BRPortuguese
    Open chat